segunda-feira, 28 de novembro de 2011

ana, já chego!

a felicidade tem endereço certo. aqui dentro! hoje é dia? 28 de novembro. quero acreditar que hoje virei uma pagina importante, das tantas que venho lendo, escrevendo, revendo. os pensamentos começam a se organizar... as energias estagnadas enfim se movimentam. feliz por todos. nesses tempos dei uma derrapada grande... e qdo achei que tava arremetendo sem grandes danos, perdi os equipamentos mais importantes pra minha navegação. dias de deriva. doenças que hoje acredito, eram purificações. fé! descobri. e sigo, erguendo a mão e agradecendo. cada coisinha. revendo amigos antigos e esperando abraçar os que ficaram pra trás por qqer razão. acarinhando a familia. construindo uma historia com ana. linda historia. obrigada ana, pela chance que vc deu a tudo isso. ai felicidade, venha sempre! te espero.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

11.11.2011

eita dias dificeis.
esse ano foi pesado pras mulheres ou eu é que pirei?

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

quando o coração aperta...


basta levantar a mão!
quando se faz feliz, também!

terça-feira, 25 de outubro de 2011

tarde de sol e vento

vamos chamar o vento

vamos chamar o vento


é bom tá aqui no alto vendo o vento levar as nuvens rapidamente...

ver a serra do mar... pensar no mar.

sentir essa maresia... é verdade mesmo?

curitiba as vezes venta vento de praia ou é alucinação de saudade?

saudade... essa palavrinha me persegue.

désopiler.

sábado, 22 de outubro de 2011

Saudade de blogar

Quem é que pode ser gigante nesse mundo tão pequeno?
Como é que faz pra gente ser feliz e rico ao mesmo tempo?
Eu não sei, mas eu vou tentar
Todo remédio que me cura tem uma contra-indicação
O que faz bem pra alma pode fazer mal pro coração
De quem tem pressa de chegar
Ai quem me dera um dia,
Ficar de papo pro ar
Tirando um som de uma viola
E quanto mais a gente ganha mais a gente vai perder
Porque essa vida tá ficando um osso duro de roer
E então, acho bom lembrar
Que o passarinho na gaiola não esquece de cantar
Que uma criança nunca briga se ela aprende a brincar e amar
Como tem que ser
Ai quem me dera um dia
Ficar de papo pro ar
Tirando um som de uma viola
Ai, ai...

Modinha - Rita Lee

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

morri mil vezes...
nascerei mais mil?

situação atual

no arremeter, bati a asa esquerda.
arranhões necessários.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

sábado, 6 de agosto de 2011

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

e caetano veloso resumiu...


"depositório ideal de ressentimentos"







falando da internet

terça-feira, 2 de agosto de 2011

lembranças

ouvindo Celmar... já se vão 8 anos e 4 meses.
será que ainda demora?

ai que bom quando há esperança

chuva grossa, chuva fina
goteiras pela casa, cheiro de umidade, mofo
frio
que bom que hoje tem sol

sexta-feira, 29 de julho de 2011

tamanduá e outras coisas

saudade do céu, do sol, do rio... daquela lua cheia

ando ouvindo...

a safra não é boa
mas ainda é chico buarque

palavras, apenas

as vezes usamos palavras boas pra afastar coisas ruins.
noutras, usamos palavras ruins e afastamos coisas boas...
isso ecoa na minha cabeça dia e noite
mas é necessario.
désopiler

sexta-feira, 22 de julho de 2011

cagando e pensando

o que não me mata...
me enche de anticorpos.
mas até me fortalecer, haja caganeira.
désopiler

quinta-feira, 14 de julho de 2011

é doce e é mole... mas cuida as cáries.


de pensar que tem gente que fica feliz só em ter vista pra uma cocada de maracujá...
a vida é mais simples mesmo.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

segunda-feira, 27 de junho de 2011

segue o baile! ... digo, a semana.

... um feriado
tanta coisa.
uma fogueira.
uma amiga querida.
um almoço.
uma quase briga.
uma sopa.
um sono a tarde.
uma meia lua.
uma bruma.
uns sorrisos.
uma musica.
uma dança.
um bolo.
uma morte.
um aconchego.
um prazer.
uma culpa.
muitos amigos.
e felicidade.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

hoje, as 16:17

e quando tudo parecia vazio...
entravam alguns raios de sol pela minha janela
e ouvia-se um som vindo diretamente de Olorum
obrigada!

longe do mar...

reparando as redes

no segundo dia de inverno

Ai que vontade de brigadeiro de panela. é, acho que vou me aventurar num hoje

Mas nem gosto tanto de doce... não gostava. depois que mudei pra essa cidade

Entendi que o doce, o chocolate, é abrandador das tristezas.

... brigadeiro de panela, duas gatas persa, um computador, uma amante...

4 coisas que te fazem sair da fossa... mas te causam danos e dependência, algumas mais... em outros momentos menos... outras.

Tarde fria... novidade. Começo a pensar em ir e não voltar... me mudar mesmo.

Enquanto esse dia não vem...

um brigadeiro, 5 gatos, um blog e um monte de amor... dentro de mim.

désopiler!!

nem precisava ser mandamento.

... 11º - não magoarás!

domingo, 19 de junho de 2011

Pra você!

ai jesus!!!
domingo de sol... calor as portas do inverno e eu... brega.
putz o amor faz isso, né?
aiai, ouvindo paula fernandes

Eu quero ser pra você
A alegria de uma chegada
Clarão trazendo o dia
Iluminando a sacada

Eu quero ser pra você
A confiança, o que te faz
Te faz sonhar todo dia
Sabendo que pode mais

Eu quero ser ao teu lado
Encontro inesperado
O arrepio de um beijo bom
Eu quero ser sua paz a melodia capaz
De fazer você dançar

Eu quero ser pra você
A lua iluminando o sol
Quero acordar todo dia
Pra te fazer todo o meu amor

Eu quero ser pra você
Braços abertos a te envolver
E a cada novo sorriso teu
Serei feliz por amar você

Se eu vivo pra você
Se eu canto pra você
Pra você

a chegada do inverno

Volpi, bandeiras e mastro

fim de semana bom!
cantoria, novos palcos,
encontro com pessoas de importância na minha vida...
meu sobrinho em casa com sua linda iaiá. ai familia... que saudade.
ontem derrubei o mastro. promessa paga e agradecida.
pra ano que vem, como disse a melina,
estudamos mais um pouquinho e sairá tudo mais a contento...
mais a contento?
foi tudo muito lindo, como tinha que ser.
eu, bem agradecida a tudo!
e feliz!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

umbigo é um cú... sem função!


ahhh, e esse raio de umbigo...
as vezes parece que tudo na vida é pra gente...
mas basta a gente levantar a cabeça.
o mundo tá ae, cheeeeeio de gente.
nem tudo é pro nosso endereço, mas bem que a gente gostaria...
de certo pra continuar alimentando as mazelas que criamos pra nossa vidinha.
andei pensando:
umbigo depois que a gente nasce só serve pra dar hérnia, né?


(só salvo numa moda umbiguinho de fora! hummm, nada mal.)
désopiler!!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ei... cá comigo e pra quem interessar possa

tem um eclipse lá fora!
será que não é o momento de cessar?
chega de intolerar. chega de acusar.
chega de odiar.
amor é sempre o caminho. pra que desvirtuar?
...depois o coração sofre.
é bom aproveitar as mudanças e acontecimentos radicais da natureza e virar páginas.
perdoe.
pense coisas boas.
acaricie-se sem precisar chicotear os outros.
aproveite pra desvendar.
respira bem fundo.
tire a visão turva e vai...

entenda que todos os dias a natureza
ou isso que chamamos resumidamente de vida,
está sempre dando uma chance pra mudanças.
o eclipse vai passar mas fica a sensação...
a beleza de vê-lo,
o ar frio da noite,
o azul intenso e imenso sobre a nossa cabeça.
fica a lua... tão linda!
agradeça.
sempre.

terça-feira, 14 de junho de 2011

sal grosso, alecrim e arruda... banho de terça!



só pra garantir o que já tá lindo!!!
sarro de cachimbo no teu olho!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

a chama acesa...

pra renovar laços.

dia de santo antonio. acabo de falar com minha mãe. devota fervorosa do santo... mas acredite, diz ela que muitas tarefas no dia de hoje (obra em casa) e a idade, claro, fizeram com que ela se esquecesse da data. conheço minha mãe... teve foi preguiça de encarar aquela fila gigante pra receber os pãezinhos e comprar os pedaços de bolo pras filhas... aquele com o santo dentro... ou não, né? hoje lembrei de minha prima GAU... passou um tempo comendo raspa da imagem de santo , uma colher por dia. tudo isso pra ver se casava. casou... se foi bom? não sei. dizem que foi mais ou menos. era engraçado veraquilo, mas sempre preferi o consolo da minha avó pra quando não achavamos o santo no nosso pedaço: se não veio filha, é pq voce não precisa! lindo, né? hoje não comi bolo de santo antonio... mas preciso? só faço a oração... rezo!

rezo à santo antonio hoje, pelo amor lindo que tenho,
que ja andei pondo a prova mas santo antonio sabe que é ele que quero.
rezo à santo antonio que meu amor continue sorrindo ao me ver
e diga sempre, sem cansar, que sou eu o seu amor.
rezo pelo meu sorriso diário ao pensar nele.
rezo à santo antonio que tudo vivido até agora seja multiplicado,
porque é muito bom.
e rezo à todos os santos mas principalmente agradeço
por poder passar mais um dia 12 juntinho do meu amor.
amém.

sábado, 11 de junho de 2011

pra transformar

uma insônia bateu aqui...
exitei deixa-la entrar, mas quem pode lutar com uma força maior?
quando ela vem , deixe que entre
talvez seja uma boa conversar e tomar um chá...
quem sabe ela não elucida algumas coisas
insônia, insônia, insônia tens algo a me dizer? não!
então dê boa noite e vá. preciso muito dormir.
são 4:10 e faz 4º
posso ir?

quarta-feira, 8 de junho de 2011

porque são muitas coisas à agradecer

porque as maiores graças foram concedidas e as demais estão encaminhadas

terça-feira, 7 de junho de 2011

reza

respira bem fundo
toma seus antibióticos
esquenta a bolsa de agua quente
faz um chá
se livre dos pensamentos ruins
e agradece
... que já já passa.

viajando

era mar
era peixe
sou eu e você
em qualquer lugar

é chove lá fora...






segunda-feira, 6 de junho de 2011

como um peixe fora d'agua

PARA DE SE DEBATER!
dias dificeis, cheios de pequenas feridas, abertas, ardidas. mas vejo que não sou só eu. então me pergunto: a humanidade sofre junta? como uma epidemia? nesse momento me falta paciência. há quem diga que é fé... será? quero muito ter a certeza de que ela há em mim... mas fé é alguma coisa tão... pessoal, incolor, inodora... só quem tem sabe, os outros deduzem a fé alheia ou simplesmente sentenciam: não, ela não tem fé! sim eu tenho. nem sei pq tô aqui duvidando dela. o que eu não tenho é estabilidade, um bom motivo pra continuar no barco em que estou e pouca paciência pra quem só ouve o que quer. já disse: para de se debater!!

terça-feira, 24 de maio de 2011

ei, não me amole!!

eu quero é falar... mesmo que não tenha nada à dizer! esse é o lema de muita gente. vai que nesse meio tempo o "toró de parpites" ajuda em boas reflexões? deixe que falem, que pensem que digam... deixe isso pra lá o que que tem? tu não tá fazendo nada? então vá caçar função e não me amole!

domingo, 1 de maio de 2011

depois do tisunami

olha eu aqui, nem sei pra onde foi toda a desopilada desse tempo sem escrever... devo ter falado mais que a mulher da cobra ou a nega do leite. mas meu corpo diz que eu precisava ter colocado mais coisas pra fora... dores, coluna, músculos, digestão... ufa! eita máquina velha. ontem completei 45 anos, caralho... foi ontem que fiz 15! festa no play da praia de botafogo, meus irmãos organizando tudo... minha mãe viajava... bebida pra adolescente... ixi, só podia acabar com policia na porta e fim da festa antes do previsto. mas naquela época festa sem penetra, briga e policia... não tinha a menor graça. era quase como quebrar o protocolo. e eu... hoje... com 45! nossa, é bom tá aqui. muita coisa feita, muita coisa pela frente e lembranças... boas lembranças, sim, pq as ruins, que fiquem no passado. ano de mudanças, águas, ventos, chuvas, tisunamis... serei um ser humano diferente. serei?

quarta-feira, 23 de março de 2011

bethania, elizabeth taylor, obama, bananas, ana... quanta coisa nesse pouco tempo

terça-feira, 1 de março de 2011

dias sem net, viagem. nossa!! o termo "um dia chega"... acho que chegou. tudo caminhando.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

dia de bestar


hoje a gripe me pegou ...
acho que foi a chuva com sol de ontem
eu doente não sou gente... chaaaaaata, já dizia minha mãe. mas ela também não é boa coisa quando adoece.
não teve remédio,
um bom aconchego, um soninho a tarde
um carinho, johrei, visita de amiga
sopinha de amor, muita conversa
nem vi quando a marvada da gripe me largou
quando a gente não pára... o universo se encarrega.
obrigada universo!
precisava mesmo de uma tardinha bestando.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

hei!



eu sei
vai dar flor!

afinando, alinhavando, cuidando

lindo!!
dia 14 de fevereiro, 2011
diferente dos domingos... qdo, quase, tudo morre
segunda deve ser dia pra nascer
viva o abacateiro

sábado, 12 de fevereiro de 2011

tarde de tarefas árduas...
escrever, escrever, escrever...
lavar roupa, escrever, banho de balde, feijão da don'ANA, escrever,
visita de amiga, pausa pro cigarro, escrever...
mas fiz é coisa hoje.
acordei as 9h e não parei...
só 5 minutinhos.
tinha que pensar na vida.
essa sou eu.

hehehehe

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

boa noite vida nova!

libertei
me aprisionava
nada... era eu mesma
nessa ansiedade de saber das coisas antes de acontecer
como ler a mão, jogar cartas
acredito
mas quero permitir que a vida venha
sem grandes interferências
quero voltar a escrever, ler
ouvir mais vinil
dar uma nova chance aos cds
...sem tv também
louca ou ilhada
mas as noticias chegam
pelo radio e jornal e pelas pessoas
resolvi dar um tempo das comunicações
se não quero ver big brother
também não quero
fazer da minha vida um
chega!!!
quero ir dar uma caminhada
minhas pernas precisam caminhar
comer frutas no café da manhã
banana, granola, mel
arrumar a cama
deixar a casa em ordem
cuidar das plantas
porque não sei a partir de quando comecei a olha-las
acho que foi natal...
arranjo de margaridas roubadas
lembra??
precisando tomar banho de rio
enquanto não vem...
balde
andei pela estrada hoje
cantarolando
pérolas surgiram
o cancioneiro brasileiro é divino
mas deixo uma das antigas
imaginando um passeio de carro
tamanduá?
agua, sol, por do sol
...
vamos???

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

esse seu olhar...

aonde estão os olhos de azeviche
que me olham tanto

sempre

o cio vence o cansaço.

domingo, 30 de janeiro de 2011

kkkkkkkkkkkkkkkkkk, não é que é verdade!!

O amor não são duas pessoas que se completam,
e que separados são fracassados
isso é Sandy e Junior,
o amor é outra coisa..

a intimidade é uma merda!

pior do que ouvir NÃO à um "futuro " pedido de casamento,
é ouvir: ... então reza e se comporta!!!
ae é tirar muito com a cara da pessoa, né?
mas é merecido.
admitido.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

a mudança 2ª parte.

preciso de uma mesa de jantar e um sofá com urgência.
com urgência mesmo, preciso de paz nos pensamentos...

que venha a madrugada!!!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

há futuro.

é melhor fazer tudo bem...
amar, cantar, falar, trepar, calar, cozinhar, compor, tocar...
até sofrer...
e quando passa o sofrer, é maravilhoso.
fui

boa noite!!

Posso falar uma coisa BEM gostosa no seu ouvido?
Pode?...




Lasanha, gnocchi...




rs

eu preciso aprender a só ser

tem dias que eu sei... a tv será uma grande aliada.

a mudança!

tô bem feliz hoje... só queria contar!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

sempre...

enfim, só!


saiu,
a mudança saiu.
livre e leve.
fim e inicio.
choro e riso.
espaços dentro de mim...
respiro, respiro.
fuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
um banho de balde
uma oração e muitos agradecimentos.
sorte pra nós.
obrigada.
désopiler

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

medo alegre

hoje li uma expressão ótima. fiquei pensando o que seria um medo alegre?
talvez aquele medo que me dava qdo eu chegava num parque de diversões, pq não sou muito fã de altura e rodopios, mas me sentia bem ali, alegre. também tinha aquele medo de sair com a turma do bairro e cruzar fronteiras proibidas, fosse pra um bairro longe do nosso, fosse pra uma festinha em algum lugar por nós não conhecido, era medo, mas era alegre. também tinha aquela fuga da escola pra ir jogar volei no aterro... foi um medo alegre até... alguns dias de castigo.
esperar alguém no aeroporto que mal se conhece e com quem se pensa um romance... será que vem? e se vem, será bom? e se for bom...
esse é o tal: "que medo alegre, o de te esperar"... assim disse a Mag, pensando na Clarisse na sua barriguinha... assim disse clarisse lispector e digo eu. obrigada por não desistir dessa historia nossa. à você, meu amor, meu carinho e muito respeito.

a vida é rapadura!

em palavras outras...
pare de se debater como um peixe fora d'agua
como uma lesma no sal,
se consumir como uma afta no bicarbonato.
a vida é rapadura:
doce, dura e pode causar umas cáries...
mas vale a pena.


talvez freud ajude.

A felicidade é um problema individual.
Aqui, nenhum conselho é válido.
Cada um deve procurar, por si,
tornar-se feliz.
...é o que eu tenho feito.
désopiler

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

boa noite com lua cheia a furar nosso zinco!

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

em dia, em dito, digo



buquê
rosas
vermelhas
mas
como todo buquê
morto.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011